REABERTURA IGREJA DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E PERDÕES


 REABERTURA IGREJA DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E PERDÕES

CIRCUITO MUSEU ALEIJADINHO

 

 

No dia 29 de Janeiro de 2018, na igreja de Nossa Senhora das Mercês e Perdões, aconteceu a Santa Missa presidida por Dom Francisco Barroso Filho, Bispo Emérito de Oliveira. A missa foi em honra a São Pedro Nolasco e marcou a reabertura da igreja das Mercês para a comunidade de Ouro Preto como também mais um monumento do Circuito Museu Aleijadinho que celebra, neste ano de 2018, seus 50 anos de fundação. Durante a celebração, Dom Barroso ressaltou a importância da igreja das Mercês no cenário religioso e cultural de Ouro Preto.

 

São Pedro Nolasco

Pedro Nolasco nasceu no dia 29 de julho de 1183, no pequeno povoado de Mas-Saintes-Puelles da Diocese de Saint Paul, no sul da França. Seu pai era um rico comerciante e sua mãe dona de casa. Ambos eram fervorosos cristãos e levaram o recém-nascido para batizar e colocaram-lhe o nome cristão de Pedro. O pai de Pedro Nolasco transferiu-se para Barcelona e o jovem Nolasco acompanhava seu pai nesta tarefa de comerciar nas cidades litorâneas. Nesses lugares, Pedro Nolasaco testemunhava os maus tratos dos cativos. Alguns desses cativos eram oferecidos também como mercadoria. A alma de Nolasco se afligia e ele prometia a Deus que aliviaria o sofrimento destes irmãos abandonados à sorte.

Em 1203, com 20 anos, encontramos Pedro Nolasco comprando cativos para devolver-lhes a liberdade e muitos às suas respectivas famílias. Com a morte de seus pais, o jovem Nolasco herdou toda a fortuna da família a qual renunciou em benefício da redenção dos cativos.

Pedro Nolasco fundou uma congregação religiosa para auxiliar na libertação dos cativos. No dia 02 de agosto de 1218, o rei achou por bem ter uma Organização do reino para redenção dos cativos, desejo falido do rei Afonso II. Dez dias depois, no dia 10 de agosto do mesmo ano, foi oficializada a criação de nova Ordem religiosa de Maria Santíssima.

Esta Ordem recebeu muitos nomes. Chamou-se Ordem de Santa Eulália; Ordem das Mercês dos cativos; Ordem da Redenção dos cativos; Ordem das Mercês. Desde 1272 o adotou-se o nome de Ordem da Virgem Maria das Mercês da Redenção dos Cativos.
Logo apareceu o Ramo feminino, as freiras, fundada por Santa Maria de Cervellón, com um grupo de moças que ajudaram muito a Pedro Nolasco.

Fonte: http://mercedarios.com.br/sao-pedro-nolasco

 

2008 © Todos os direitos reservados ao Museu Aleijadinho
Praça de Antônio Dias - Bairro de Antônio Dias - Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil.