PARÓQUIA COMEMORA O DIA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

PARÓQUIA COMEMORA O DIA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

 

 

 

O Tríduo Preparatório para as solenidades em honra ao Seráfico Pai São Francisco de Assis teve início no dia 30 de Setembro. Durante todos os dias do tríduo, houve a celebração da Santa Missa, recitação do Ofício Franciscano, orações devocionais e contou, além da comunidade franciscana secular de Ouro Preto e região, com participação das pastorais, movimentos religiosos, associações e entidades de Ouro Preto. No dia 03 de Outubro, realizou-se a celebração do trânsito de São Francisco São Francisco de Assis com a presença também da Comunidade São Luiz Rei de França, de Águas Claras. Neste dia, a Ordem Terceira reza por todos os irmãos e irmãs franciscanos falecidos.

 

O dia 4 de outubro, data em que São Francisco é celebrado, foi marcado por missas, exposição do Santíssimo Sacramento para adoração, bênção das plantas e animais no adro da Igreja de São Francisco de Assis e missa festiva. A missa da noite foi presidida pelo Cônego Luiz Carlos Cesar Ferreira Carneiro e concelebrada pelo Padre Rogério Augusto de Oliveira, vigário paroquial da Paróquia de Nossa Senhora do Pilar.

 

“Celebramos hoje o grande amigo de Deus, nosso Pai Seráfico, que, junto a Ele, intercede por todos nós, vivendo o tempo presente e olhando também para a eternidade que queremos conquistar”, disse o Cônego Luiz. Ele lembrou da criação da Ordem em três graus para abrigar: os frades (Ordem Primeira), as religiosas (Ordem Segunda) e os leigos (Ordem Franciscana Secular).

 

São Francisco de Assis

Nascido em Assis, na Itália, em 1182, Francisco era filho de Pedro Bernardone, um rico comerciante, e de Pica, cuja família era da nobreza de Provença. Quando jovem, Francisco esbanjou e ostentou dinheiro, vivendo uma vida de diversões. São Boaventura, um de seus primeiros biógrafos, escreveu que, mesmo assim, com o auxílio de Deus, o jovem não se deixou levar pelo ardor da paixão que consumia seus amigos. Enquanto se recuperava de uma doença, Francisco ouviu uma voz que pedia a ele para “servir ao amor e ao Servo”. A partir daí, vendeu seus bens e passou a seguir os princípios evangélicos, fazendo visitas aos enfermos e ajudando-os com que tivesse no momento, fosse dinheiro ou suas roupas. Francisco ouviu um chamado para reparar a igreja de São Damião. No entanto, São Francisco não havia entendido, naquele momento, que não se referia ao templo material, mas sim espiritual, numa reformulação da Igreja e dos princípios pregados por Cristo. Francisco de Assis deixou sua casa e seus bens, passando a pedir esmola e trabalhando na reconstrução do templo. Em seguida, passou a reformar a igreja de São Pedro e, depois, retirou-se para uma capela com o nome de Porciúncula, tornando-se pregador do Evangelho, com o dom da profecia e dos milagres.

 

São Francisco fundou a Ordem dos Frades Menores no ano de 1210, tendo a penitência e a pobreza como bases, e um grupo de doze membros. A regra foi aprovada pelo Papa Inocêncio III. São Francisco morreu no dia 3 de outubro de 1226, com menos de 45 anos de idade. Foi canonizado dois anos depois, pelo Papa Gregório IX.

 

Oração a São Francisco de Assis

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.

Onde houver ódio, que eu leve o amor;

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;

Onde houver discórdia, que eu leve a união;

Onde houver dúvida, que eu leve a fé;

Onde houver erro, que eu leve a verdade;

Onde houver desespero, que eu leve a esperança;

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;

Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, Fazei que eu procure mais

Consolar, que ser consolado;

compreender, que ser compreendido;

amar, que ser amado.

Pois, é dando que se recebe,

é perdoando que se é perdoado,

e é morrendo que se vive para a vida eterna.